Classe C é a mais otimista com situação econômica, diz ACSP

As classes A/B aparecem em seguida, com 153 pontos em janeiro
De acordo com levantamento, o otimismo deste grupo da população atingiu 165 pontos (Wilson Dias/ABr)
De acordo com levantamento, o otimismo deste grupo da população atingiu 165 pontos (Wilson Dias/ABr)
8 de fevereiro de 2013 | 09:21

SÃO PAULO – A classe C é a mais otimista com a situação econômica, segundo revelam dados da ACSP (Associação Comercial de São Paulo), divulgados nesta quinta-feira (7) no INC (Índice Nacional de Confiança). 

class="p1"> class="s1">De acordo com o levantamento, o otimismo deste grupo da população atingiu 165 pontos, ficando acima da média nacional de 161 pontos. As classes A/B aparecem em seguida, com 153 pontos em janeiro, enquanto que as classes D/E registraram 145 pontos. 

class="p1"> class="s1">“A expectativa do consumidor no início de 2013 foi afetada pelo PIB (Produto Interno Bruto) baixo, a queda na indústria e também pela alta da inflação”, diz o presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Rogério Amato. 

class="p2"> Categorias

class="p1"> class="s1">No geral, quando consideradas as categorias, 54% dos entrevistados julgam sua situação financeira atual como boa e 53% acreditam que a situação futura vai melhorar.

class="p1"> class="s1">Sobre o emprego, 40% se dizem seguros e o número de pessoas conhecidas dos entrevistados que estão desempregadas é de 3,2 pessoas, contra 3,3 registrados em dezembro do ano passado.

class="p1"> class="s1">O levantamento também indica que 46% das pessoas estão favoráveis em relação à compra de eletrodomésticos.

Por: Juliana Américo Lourenço da Silva 

Fonte: Infomoney em 8 de fevereiro de 2013 09:19

Pesquisar Tags:

economia, Classe C, população, otimista, indústria, inflação


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.