O “Cronut do mal”

Definições: deliciosa, suculenta, gordurosa e grotesca! Uma novidade que está dando que falar, no mal sentido!
Imagem: CBC Canada
Imagem: CBC Canada
23 de agosto de 2013 | 14:43

Durante a estação do verão, de leste a oeste no Canadá, acontecem as famosas feiras com parques de diversões, shows e exposições que agitam o país nos poucos meses de sol e fazem circular milhares de pessoas nas praças de alimentações.

E foi nesta oportunidade única, que as redes de fast-food tem de conquistar o consumidor, que o Epic Burger and Waffles lançou o “Cronut Burger”,  como o próprio nome já diz é uma mistura de doughtnut - croissant com carne de hamburger e geléia de maple-bacon ( é difícil de descrever, o melhor ver a imagem). 

Apesar da aparência um tanto quanto gordurosa (para que pensar em saúde em uma hora dessas?) e o tamanho “big size” para um hamburger, esta novidade já era o sucesso da feira CNE que acontece em Toronto todos os anos. Vários consumidores queriam se “arriscar nesta novidade” não tão inofensiva assim. 

Tudo ia bem até o começo da semana, quando a Saúde Pública de Toronto apareceu no estabelecimento e fechou o restaurante. O motivo: intoxicação alimentar. Até agora, mais de 150 foram internadas ou tratadas com intoxicação alimentar com os sintomas: náuseas, vômito e diarreia. Já foi detectada a presença de Staphylococcus aureus, encontrado no burger, porém a Saúde Pública de Toronto ainda busca especificar o ingrediente contaminado.

A contaminação pela bactéria Staphylococcus aureus, ocorre por uma falha no controle de temperatura no armazenamento ou inadequada higiene na manipulação dos alimentos. Quando a bactéria se multiplica, esta produz a toxina e é esta toxina que causa a doença quando ingerida.  

No Canadá, a legislação é rigorosa quando se trata de segurança do alimentos. Em feiras com grande público, existem normas de boas práticas de higiene e manipulação que são quesitos obrigatórios de aprendizado para os todos os estabelecimentos e seus funcionários. 

Onde foi a falha, então? Os princípios e procedimentos todos sabem, e estão em muitas cartilhas e livros para todos lerem, mas a prática não funcionou e o resultado acaba no hospital e na televisão e com prejuízo.    

A grande maioria das pessoas vai se recuperar rapidamente, a grande preocupação é com os idosos e as crianças que têm menos resistência. Quanto ao restaurante, será penalizado e está “inovação” ficará com um gosto amargo na boca”. 

Por: Leticia Oliva-Cowell

Fonte: Food and News em 23 de agosto de 2013 14:34

Pesquisar Tags:

Cronut Burger, Toronto, segurança dos alimentos, intoxicação alimentar, contaminação


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.