Livro aborda a presença da farinha de mandioca na culinária desde o descobrimento do Brasil

Farinha de mandioca é ingrediente primordial na história da alimentação do país e é tema de livro
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
9 de setembro de 2013 | 06:26

O livro aborda a presença da mandioca na alimentação desde a descoberta do Brasil até os dias de hoje. Segundo artigo do engenheiro agrônomo Joselito da Silva Motta, a mandioca foi destacada na carta de Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal, em 1500. Nela, há um registro sobre o consumo da mandioca pelos habitantes nativos da terra, os índios.

A mandioca é um ingrediente nativo do Brasil, e está presente de diferentes formas no cardápio da população. Seja na forma de farinha, goma, tucupi ou outro subproduto da mandioca. Segundo Raul Lody, no seu texto de introdução – Farinha à mesa – a farinha de mandioca, nos seus variados tipos é encontrada e consumida em todas as regiões do Brasil. Para falar sobre múltiplos aspectos da mandioca, o antropólogo e estudioso da gastronomia baiana reuniu artigos apresentados nos VI Seminário do Museu da Gastronomia Baiana (2012) sobre este tema que foi tratado por gastrônomos, historiadores, agrônomos, nutricionistas e autodidatas de culinária.

Fonte: Portal Slow Food Brasil em 19 de agosto de 2013 06:19

Pesquisar Tags:

mandioca, Brasil, livro, alimentação, culinária


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.