Pilão cria aplicativo de despertador com as cinco versões do café

Ferramenta possui 30 toques diferentes que remetem à proposta dos sabores Tradicional, Intenso, Sabor & Leveza, Orgânico e Descafeinado na hora de acordar
16 de dezembro de 2011 | 09:45

         A Café Pilão lançou o aplicativo Pilão Desperta para os usuários de iPhone e do sistema Android, que oferece a possibilidade de escolher entre 30 toques diferentes na hora de acordar. Com a iniciativa, a marca da Sara Lee pretende se aproximar dos consumidores de maneira divertida e inusitada.

As opções são divididas em cinco versões de acordo com os produtos do portfólio da marca: Tradicional, Intenso, Sabor & Leveza, Orgânico e Descafeinado. A agência Talent criou seis tipos de toques que combinam com a proposta de cada café.

A Tradicional, por exemplo, traz um som de cuco relembrando a hora de levantar de antigamente. Já em Intenso, a proposta é um barulhento som de metralhadora ou um heavy metal para quem só acorda no susto. O Sabor & Leveza, por outro lado, desperta o usuário com uma bossa nova e outras músicas suaves.

Com 30 anos de tradição no mercado, a Pilão resolveu inovar  para chamar a atenção dos consumidores e trouxe a tecnologia como forma de reforçar as mudanças recentes nas embalagens e o lançamento das versões Intenso e Sabor & Leveza. O aplicativo pode ser adquirido gratuitamente na App Store e no Android Market.

 

Por Letícia Alasse, do Mundo do Marketing | 16/12/2011

leticia@mundodomarketing.com.br

 

 

* Nossas notícias são retiradas na íntegra dos veículos de comunicação de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação. Todos os créditos reservados para a fonte geradora de notícia.

 

Por: Mundo do Marketing

Fonte: 16 de dezembro de 2011 06:41

Pesquisar Tags:

Café Pilão, aplicativo, iPhone, portfólio, Android, 30 toques


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.