Carne nacional rumo aos EUA

Após alcançar recorde de abates pelo segundo ano consecutivo, com a marca de 34,4 milhões de cabeças em 2013, a indústria de carne bovina está na expectativa de outro feito histórico:
Internet
Internet
30 de março de 2014 | 08:33

Após alcançar recorde de abates pelo segundo ano consecutivo, com a marca de 34,4 milhões de cabeças em 2013, a indústria de carne bovina está na expectativa de outro feito histórico: conseguir exportar carne bovina in natura para os Estados Unidos até o final do primeiro semestre.

Em consulta pública, postergada até o dia 22 de abril, os americanos irão decidir sobre a entrada da carne produzida em 14 Estados brasileiros – incluindo o Rio Grande do Sul.

- Superamos todas as etapas sanitárias e legais exigidas pelos Estados Unidos, numa luta que se arrasta por 10 anos. Estamos agora na última fase para acessar o mercado americano – explica Antonio Jorge Camardelli, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne Bovina (Abiec).

O volume a ser vendido inicialmente, conforme Camardelli, funcionará por cota anual de 64,8 mil toneladas – 0,5% do consumo do produto nos Estados Unidos.

- O mais interessante é a porta que será aberta para outros mercados que se valem do critério americano, como o Canadá e o México - diz Camardelli.

O Uruguai é exemplo. Depois de conseguir entrar nos Estados Unidos, ganhou mais compradores mundiais.

16% da área semeada com soja no Estado já foi colhida, conforme a Emater.

Fonte: Jornal Zero Hora em 28 de março de 2014 08:29

Pesquisar Tags:

carne bovina, Estados Unidos, Rio Grande do Sul, Abiec, Emater


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.