Feira ANUTEC BRAZIL em Curitiba valoriza Paraná, estado líder em produção de frango

Parceria com Sindiavipar reforça importância do estado na indústria alimentícia brasileira.
7 de agosto de 2015 | 07:11

Na contramão da economia atual, a indústria avícola do Paraná tem motivos para comemorar. Com crescimento na produção, na exportação e com vontade de expandir, se destaca como o principal estado produtor e exportador de frango do país. A feira ANUTEC BRAZIL que terá sua segunda edição em Curitiba, de 02 a 04 de agosto de 2016, vem reforçar o estado como um importante centro para a indústria alimentícia, principalmente por estar no meio do caminho entre o sul do país e as regiões sudeste e centro-oeste. A parceria entre a feira e o Sindiavipar – Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná - tem o objetivo comum de desenvolver o potencial da região Sul.

“Ainda que tenha sido a primeira, a edição de 2014 da ANUTEC BRAZIL já mostrou que a feira é bem organizada e capaz de gerar bons negócios. Acredito que a tendência é que as feiras mais importantes do segmento, como é o caso da ANUTEC BRAZIL, aconteçam no Sul do Brasil e, principalmente no Paraná, justamente por ser um estado de suma importância para a produção de frangos e para a agricultura brasileira. Por essa razão, acredito que a feira vem premiar essa contribuição do estado para a agricultura brasileira. E o mercado retribui com a colocação da ANUTEC BRAZIL no calendário dos grandes eventos”, declara Domingos Martins, Presidente do Sindiavipar. A entidade representa as principais industriais do setor avícola, potencial mercado de visitantes e expositores de tecnologia alimentícia.

Voltada para o mercado de processamento, embalagens e indústria da alimentação, a ANUTEC BRAZIL se consolida cada vez mais como uma das mais importantes plataformas de negócios para o setor. A um ano da feira importantes parcerias já foram fechadas e já temos mais de 65% dos espaços da feira confirmados para expositores nacionais e internacionais. “Para plataformas de negócios internacionais como a ANUTEC, onde reunimos presidentes, CEOs, diretores e formadores de opinião, temos que ter uma boa infraestrutura à disposição. O Paraná, com sua capital Curitiba é o lugar ideal: nos oferece uma excelente estrutura de pavilhão, aeroporto, hotéis e fornecedores muito profissionais, temos a facilidade de estar próximos dos principais players do mercado de aves e do agronegócio”, explica Brena Bäumle, diretora da Bäumle Organização de Feiras e representante da Koelnmesse no Brasil . 

Milhões de toneladas de frango do Paraná para o Mundo

Dados oficiais comparando o primeiro semestre de 2015 com o de 2014 mostraram que as exportações avícolas do Paraná respondem hoje a 35% de todo o país. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), vinculada ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações de carne de frango do estado fecharam o ano passado com 1,28 milhão de toneladas embarcadas, 12,5% superior a 2013. Em 2015, até o momento, este número atingiu 692,76 mil toneladas, crescimento de 17,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Também na contramão da crise, o setor contratou cerca 30% a mais no primeiro semestre deste ano, com aproximadamente 10 mil novos postos de trabalho.

A INDÚTRIA COMEMORA - Esses números também geram grande demanda de tecnologia para processamento dessa carne no estado. Segundo Marcos Prado, diretor da Linco Food Systems no Brasil, uma das empresas líderes de mercado para o setor, o Paraná foi o estado que mais investiu em modernização de processos industriais e aumento de capacidade de produção. “O Brasil é o celeiro do mundo e a força da nossa agroindústria vem das vantagens competitivas naturais e de uma mão de obra que se especializa mais a cada dia. A força do campo deu para as indústrias de processamento números competitivos para nossa matéria-prima, sendo este o ponto de partida para o sucesso na criação e abate de frangos. Com os custos sob controle e um mercado aquecido, as indústrias partiram para a economia de escala e atingiram níveis de produção altíssimos e com pilares sólidos baseados em programas de qualidade, eficiência, treinamento e modernização das plantas industriais para se tornarem competitivos no mercado externo sob qualquer aspecto”, explica.

DADOS BRASIL - Como 2º maior produtor de carne bovina e 3º maior produtor de aves na comparação global, o Brasil desempenha um papel cada vez mais importante nos mercados internacionais. Ao mesmo tempo, o país lidera o ranking de grandes exportadores de aves e seus produtos derivados.

SERVIÇO ANUTEC BRAZIL 2016

Quando: de 2 a 4 de agosto de 2016

Onde: Curitiba – Paraná – Brasil

Local: Expo Unimed

www.anutecbrazil.com.br 

Apoio: Curitiba Convention Bureau

 

 

 

Por: Rafaella - NoAR Comunicação

Fonte: ANUTEC BRAZIL em 7 de agosto de 2015 07:07

Pesquisar Tags:

ANUTEC BRAZIL, mercado de processamento, embalagens, indústria da alimentação


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário