Vendas nos supermercados caem 2,19% em 2016

APAS acredita em melhora no segundo semestre
18 de agosto de 2016 | 15:14

O faturamento real dos supermercados no Estado de São Paulo (deflacionado pelo IPS/FIPE) no conceito de mesmas lojas – que considera as lojas em operação no tempo mínimo de 12 meses – registrou queda de 2,19%, de janeiro a junho de 2016 em relação ao mesmo período de 2015. Em junho, a queda foi de 2,35% nas vendas em relação a ao mesmo período do ano passado, e em comparação com maio de 2016, a retração foi de 4,19%.

Já no conceito de todas as lojas – que considera todas as lojas criadas no período pesquisado – a queda foi de 2,56%, de janeiro a junho de 2016 em relação ao mesmo período de 2015. Em junho, a queda foi de 3,01% em relação ao mesmo mês do ano anterior, e retração de 4,05% em relação a maio.

Conforme explicou o gerente de Economia da APAS, Rodrigo Mariano, o alto desemprego, e a consequente baixa na renda, e inflação em alta ainda são entraves para o desempenho do consumo das famílias. “Estes fatores impactam na confiança dos consumidores e empresários, o que prejudica o ambiente de negócios”, diz.

O economista comentou ainda que, por mais um mês, o baixo consumo das famílias diante deste cenário impactou as vendas. “As empresas buscam alternativas para enfrentar o momento, com destaque para as ações promocionais e que proporcionem vantagens para o consumidor”.

Para a APAS, a consequente queda nas vendas e as ações realizadas pelos supermercados para reverter este quadro têm prejudicado a margem do setor, que já é historicamente inferior às demais atividades econômicas.

Apesar disso, a expectativa para 2016 é de um desempenho mais positivo quando comparado com 2015. Isso porque, no segundo semestre, a expectativa é de desaceleração do desemprego e redução da inflação, que neste ano não deve atingir novamente os dois dígitos como em 2015, o que pode auxiliar no consumo das famílias, refletindo positivamente no desempenho do setor supermercadista, segundo o economista.

O faturamento real dos supermercados no Estado de São Paulo (deflacionado pelo IPCA/IBGE) no acumulado de 2016 em relação ao mesmo período de 2015 apontou ligeira alta de 0,86% no conceito de mesmas lojas. Em junho, alta de 2,08% em relação a junho de 2015 e queda de 3,27% em relação a maio. No conceito de todas as lojas, elevação de 0,48% de janeiro a junho, considerando o mesmo período de 2015. Em junho a alta foi de 1,39% em relação a junho de 2015, e retraiu 3,13% em relação a maio.

O Faturamento nominal dos supermercados no Estado de São Paulo no acumulado de janeiro a junho de 2016 em relação a 2015 teve alta de 10,59% no conceito de mesmas lojas. Em junho, a alta foi de 11,11% em relação a junho de 2015, e caiu 2,93% em relação a maio. No conceito de todas as lojas, a alta foi de 10,17% de janeiro a junho em relação a 2015. Em junho, a alta foi de 10,36% em relação a junho de 2015 e caiu 2,79% em relação a maio.

Nota Metodológica: O Índice de Vendas dos Supermercados tem como objetivo acompanhar e analisar o desempenho das vendas do setor supermercadista no estado de São Paulo através da evolução do faturamento dos Hipermercados e dos Supermercados. A pesquisa é composta por hipermercados e supermercados do estado de São Paulo, os quais possuem uma representatividade de 85% do setor supermercadista. Os indicadores são divulgados tanto em caráter de mesmas lojas (que consideram apenas lojas abertas há pelo menos um ano) e de todas lojas (que consideram todas as lojas criadas no período pesquisado). As análises dos resultados auxiliam os empresários do setor na tomada de decisão com relação a reabastecimento, investimentos, compras, estoque. E de maneira geral auxilia o mercado na análise de tendências, plano de negócios, potencialidades e inserção no mercado.

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.328 associados, que somam mais de 2.830 lojas.

Por: Helyda Gomes - Approach

Fonte: APAS - Associação Paulista dos Supermercados em 18 de agosto de 2016 15:12

Pesquisar Tags:

Apas, supermercados, vendas


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.