Exportações de alimentos e bebidas industrializados, que integram o Projeto Brazilian Flavors, crescem 57% nos primeiros oito meses de 2016

Os produtos brasileiros exportados pelas empresas associadas chegaram a 55 diferentes destinos nesses primeiros oito meses do ano, sendo EUA e Canadá os dois principais compradores no período.
6 de outubro de 2016 | 15:31

De janeiro a agosto deste ano, alimentos e bebidas brasileiros industrializados que integram o Projeto Setorial Brazilian Flavors registraram um aumento de 57% nas exportações (em US$ FOB), em relação ao mesmo período de 2015. Os produtos brasileiros exportados pelas empresas associadas chegaram a 55 diferentes destinos nesses primeiros oito meses do ano, sendo EUA e Canadá os dois principais compradores no período.

Água de Coco, Pão de Queijo, Castanha do Pará, Alimentos Prontos, Açaí, Sobremesas Congeladas e Caldo de Cana, entre vários outros produtos, obtiveram crescimentos consistentes em 2016.

“Esse desempenho expressivo nas exportações é fruto do trabalho árduo das Associadas e do apoio das várias ações promocionais que o Brazilian Flavors desenvolveu no biênio 2014, explica Raquel de Almeida Salgado, presidente-executiva da A.B.B.A. e gerente do Brazilian Flavors, Projeto idealizado e gerido pela Associação Brasileira dos Exportadores e Importadores de Alimentos e Bebidas (A.B.B.A.), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). “Levamos nossas empresas a grandes feiras internacionais em estandes do Projeto, organizamos rodadas de negócios no Brasil e no exterior com compradores convidados de vários países, promovemos degustações em redes de varejo mundiais, entre outras ações”, descreve Raquel, enfatizando que há uma grande receptividade no exterior para os alimentos e bebidas industrializados do Brasil.

Por: Norma Ramos

Fonte: ApexBrasil em 6 de outubro de 2016 15:28

Pesquisar Tags:

Apex-Brasil, Projeto Brazilian Flavors, alimentos e bebidas


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário